Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Garzón’

Como uma típica cidade cosmopolita, São Paulo é um coração pulsante cheio de acontecimentos. Entram nessa lista muitos eventos ligados ao mundo do vinho que acontecem durante o ano inteiro. Na última semana de junho, por exemplo, foi realizado o Uruguai Wine Tour no hotel Renaissance, com a assessoria e divulgação da CH2A Comunicação. Imprensa e profissionais do setor lotaram o espaço reservado para o evento que, além de vinhos de alta qualidade, promoveu master classes e ofereceu uma caprichada mesa de queijos, frios, frutas e castanhas.

img_8040

O Uruguai Wine Tour colocou em evidência mais de 20 vinícolas uruguaias, dentre elas a Bodega Garzón cujos vinhos são trazidos com exclusividade para o mercado brasileiro pela importadora World Wine desde 2012.

A Bodega Garzón está localizada a 60 km de Punta del Leste, na região de Maldonado, onde um tipo de solo granítico oferece excelente drenagem e permeabilidade a seus vinhedos. Cepas tintas como a Tannat, Marselan, Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Pinot Noir, Petit Verdot, e Merlot, e as brancas Alvarinho, Pinot Grigio e a Sauvignon Blanc produzem os conceituados vinhos Garzón. Foi fundada pelo argentino Alejandro Bulgheroni que conta com a consultoria do renomado Alberto Antonini e a atuação criteriosa do enólogo Germán Buzzone na elaboração dos vinhos. Mas os detalhes da fascinante história da criação dessa vinícola merecem ser contados em matéria especial que em breve estaremos publicando.

img_8043

Foram servidos três rótulos durante o evento:

1- “Alvarino 2018”
Vinho branco de coloração amarelo palha com reflexos esverdeados, possui aromas de frutos brancos como o pêssego e notas cítricas. Em boca é fresco e mineral com ótima acidez e boa persistência. Fermenta em tanques de aço inoxidável e segue para maturação de 3 a 6 meses sobre suas borras em tanques de inox.

2- “Tannat Reserva 2017”
Vinho tinto de cor púrpura intensa, com aromas de ameixas e framboesas e um toque de especiarias. Em boca, apresenta taninos maduros e notas de mineralidade, expressando com personalidade seu terroir. Fermenta em tanques de concreto e passa por maturação de 6 a 12 meses sobre suas borras em barricas de carvalho francês sem tosta.

3- “Tannat Single Vineyard 2016”
Vinho tinto de coloração púrpura intensa, apresenta aromas de cerejas e morangos com notas de ameixas pretas e toques de tabaco, chocolate e especiarias. Em boca é suculento e fresco, possui bom corpo e longa persistência. Fermenta em tanques de concreto e segue para maturação em barricas de carvalho sem tosta por 12 a 18 meses.

img_8025

Esses três vinhos degustados representam apenas uma amostra dos 17 rótulos produzidos pela Bodega Garzón.

O evento daquela noite veio nos provar que a produção vinícola do Uruguai tem marcado sua presença no cenário internacional com ousadia, inovação tecnológica e muita personalidade. Cabe a nós, apaixonados por vinho, tirar proveito dessa realidade e embarcar na aventura prazerosa de experimentar seus respeitáveis vinhos.

Maria Uzêda

Read Full Post »

Na semana passada, o evento promovido pela associação “Wines of Uruguay” trouxe à cidade de São Paulo o “Tannat Tasting Tour” que aconteceu no Hotel Intercontinental SP, com a assessoria e divulgação da CH2A Comunicação. Quem compareceu ao encontro teve a oportunidade ímpar de degustar vinhos de alta qualidade que os produtores uruguaios vêm apresentando.

GARZÓN-URUGUAI-TANNAT

A Tannat é uma uva originária do Sul da França que encontrou seu reinado nas terras do Uruguai, onde faz o maior sucesso. No sul do Brasil, ela também vem se expressando muito bem. Vinícolas como, por exemplo, a “Guatambu”, localizada na Campanha Gaúcha, vêm se destacando com vinhos de ótima qualidade elaborados com essa cepa. A Tannat dá vinhos bastante tânicos, ácidos e rústicos, mas, se bem trabalhada desde a videira até a vinificação, observando uma adequada passagem por madeira, pode gerar vinhos de grande estrutura, elegantes e longevos.

Da Província de Salto, ao Norte, à região de Canelones, ao Sul, próxima à capital Montevidéu, vinícolas como H. Stagnari, Garzón, Pizzorno, Carrau, Pisano, Varela Zarranz, Família Toscanini, Rodriguez Bidegain, De Lucca, cada qual representando uma diferente área de plantio, marcaram presença no evento, exibindo orgulhosos seus excelentes vinhos.

VARELA-ZARRANZ-URUGUAI-TANNAT

Destaco a seguir, alguns rótulos que me impressionaram bastante:

1- Garzón Tannat Reserva 2012 (com acidez, taninos e álcool tão bem integrados que mal se percebia seu teor alcoólico de 16,5%!)

2- Pizzorno “Primo” 2008 (com 94 pontos no “Descorchados”)

3- Pisano “Arret Xea” Gran Reserva 2009

4- Héctor Stagnari “Viejo” 2013 (coleciona 35 medalhas de ouro em concursos internacionais)

5- Varela Zarranz “Fusion Roble” 2013 (com 92 pontos no “Descorchados”)

Vale aqui comentar que a vinícola Rodriguez Bidegain apresentou um interessante Aperitivo de Tannat, uma espécie de licor servido graciosamente com lascas de laranja, refrescante e divertido.

RODRIGUES-BIDEGAIN-URUGUAI-TANNAT

Esse importante evento de vinhos nos fez testemunhar o excelente desempenho das Bodegas do Uruguai na produção de vinhos de qualidade. Isso é o que lhes garante um lugar de distinção no mundo do vinho e a consagração internacional da marca país Uruguai. Parabéns aos “hermanos” vizinhos!

Maria Uzêda

Read Full Post »