Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Eventos’ Category

Descorchados 2018

O Lançamento:

Foi lançado na última terça-feira, dia 10 de abril, em São Paulo, o maior guia de vinhos da América Latina. O evento, promovido pela INNER, aconteceu no Villaggio JK, na Vila Olímpia, e contou com a presença de enólogos, produtores, importadores, imprensa, profissionais do ramo e consumidores apaixonados pelo vinho.

descorchados-lançamento-2018-vinhos-américa-do-sul

O Guia:

Em sua 20ª edição, com mais de 1.200 páginas, o guia é a maior referência do que está acontecendo no cenário do vinho por essas bandas do Cone Sul.
Nele são apresentados vinhos de quatro países: Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. Dividido em capítulos que tratam de cada país separadamente, o guia dá um panorama de cada vale ou região, falando de seus respectivos clima e solo, principais uvas, vinícolas, além dos modismos e tendências, destacando, é claro, os melhores tintos, brancos e espumantes de cada país, os vinhos revelação do ano, os melhores em cada cepa ou estilo, os melhores por vale ou região e ainda uma lista de vinhos com estimativa de preços. São cerca de 4.500 vinhos, todos avaliados, pontuados e organizados por Patricio Tapia e sua prestimosa equipe de degustadores.

Destaques da feira:

Brasil

Vários espumantes brasileiros foram premiados, dentre eles:
1- Adolfo Lona — “Orus Edição Especial Silvia 1972, Nature Rosé Clair”. (93 pontos)
2- Casa Valduga — “Sur Lie Nature 30 meses, Chardonnay e Pinot Noir”. Vinho não clarificado, sem “degorgement”, daí seu aspecto turvo. Vinho revelação. (93 pontos)
3- Casa Valduga — “130 Special Edition Blanc de Noir Brut”. (92 pontos)

Pela primeira vez, nesta edição, o Guia Descorchados traz a avaliação de vinhos tranquilos brasileiros. Eis os melhores pontuados abaixo:

Vinhos tintos:

Os dois tintos mais bem pontuados do Brasil são da vinícola Miolo e aparecem na lista dos 10 melhores vinhos do guia.

1- “Miolo Single Vineyards Touriga Nacional 2017”. Lançamento! (93 pontos)
2- “Vinhas Velhas Tannat 2015”. (93 pontos)

luiz-argenta-vinho-bvranco-nacional-chardonnay-8-anosVinhos brancos:

1- Pizzato — “Pizzato 1.3 Sémillon 2017”. (92 pontos)
2- Luiz Argenta — “Cave 8 anos Chardonnay 2010”. Vinho revelação (92 pontos)

Vinho laranja:

1- Era dos Ventos — “Era dos Ventos Peverella 2014”. Guarda de 5 anos ou mais! (94 pontos)

Argentina

Vinhos tintos:

1- Gen Del Alma — “Seminare Malbec 2016”. Campeão em pontuação no ano passado, esse vinho confirma mais uma vez sua estrutura sólida, os taninos firmes e finos, cheio de cerejas, violeta e ótima acidez! (99 pontos)
2- Zuccardi — “Piedra Infinita Gravascal Malbec 2015”. Vinho revelação. (98 pontos)

Vinhos brancos:

1- Catena Zapata — “Adrianna Vineyard White Bones Chardonnay 2015”. Vinho de grande complexidade, com toque salino e cheio de mineralidade. (97 pontos)
2- La Giostra Del Vino — “Saltimbanco, Sauvignon Blanc 2016”. Premiado em outras edições do guia, este Sauvignon tem aromas de pêssego e tangerina, com sabores cítricos, um toque de fruta madura e muita acidez. Pode-se guardar por três ou quatro anos. (96 pontos)

Vinhos espumantes:

1- Chakana — “Ayni Nature Sparkling Wine Pinot Noir”. Espumante Rosado, com 18 meses sur lie. Complexo, com aromas intensos de frutos e viva acidez. (94 pontos)
2- Chandon — “Barão B Brut Rosé 2014”. Mescla de Chardonnay , Pinot Noir e Malbec. É encorpado, com profundidade de sabores, notas frutadas, especiadas e toque herbáceo. (94 pontos)

Chile

Vinhos tintos:

1- Vinhedos de Alcohuaz — “RHU 201, 2013”. Blend de Syrah (64%), Garnacha e Petit Syrah. Guarda de até 10 anos! (98 pontos)
2- Vinhedo Chadwick — “Vinhedo Chadwick Cabernet Sauvignon 2015”. (98 pontos)

Vinhos brancos:

1- Errázuriz — “Las Pizarras Chardonnay 2016”. Guarda de três anos ou mais! (97 pontos)
2- Tabalí — “Talinay Sauvignon Blanc 2017”. (97 pontos)
3- Ventolera — “Rare Cuvée Chardonnay 2013”. Vinho revelação. (96 pontos)

Melhor espumante:

1- Morandé — “Brut Nature Chardonnay, Pinot Noir “. (94 pontos)

Uruguai

Vinhos tintos:

1- Bodega Família Deicas — “Deicas Valle de los Manantiales Tannat 2016”. (95 pontos)
2- Bodega Garzón — “Pétit Clos Cabernet Franc 2016”. Vinho revelação. (94 pontos)
3- Bodega Bouza — “Parcela Única B6 Tannat 2016”. (94 pontos)

Vinhos brancos:

1- Bodega Garzón — “Single Vineyard Albariño 2017”. (93 pontos)
2- Pizzorno Family Estates — “Reserva Sauvignon Blanc 2015”. (92 pontos)

Vinhos espumantes:

1- Bodegas Carrau — “Dixième Brut Nature Chardonnay “. (92 pontos)
2- Pizzorno Family Estates — “Pizzorno Rosé Brut Nature Pinot Noir 2016”. (92 pontos)

Esperamos ter transmitido aqui uma ideia do que foi o evento de lançamento do Guia Descorchados 2018. Fruto de um trabalho de muito fôlego, o Guia é um catálogo completo que norteia com segurança as escolhas de consumidores e profissionais do ramo do vinho.

Maria Uzêda.

Read Full Post »

Considerado o maior guia mundial de vinhos da Argentina, Chile, Uruguai e Brasil, o Guia Descorchados chega à sua edição 2018 com mais de 3.000 vinhos degustados, mais de 155 vinícolas argentinas e 190 chilenas, 30 vinícolas uruguaias e 16 vinícolas brasileiras.

São mais de 1.000 páginas com as notas dadas por Patrício Tapia, idealizador e organizador do guia, que conta com a colaboração de Eduardo Milan, editor de vinhos da Revista Adega. A publicação traz também detalhes sobre as principais uvas, harmonizações e recomendações, tornando-o referência para o setor.

O lançamento da versão 2018 será feito junto a uma grande feira de vinhos, com cerca de 100 produtores confirmados, dos 4 países. Os visitantes poderão conhecer os principais destaques, além de conversar com produtores, enólogos e importadores.

Descorchados-2018-patricio-tapia

Alguns dos participantes são:

ADOLFO LONA | ALTO DE LA BALLENA | ALTOS LAS HORMIGAS | ARESTI CHILE WINES | ARGENTO | BIANCHI |BODEGA CADUS WINES | BODEGA GARZÓN | BODEGA NIETO SENTINER | BODEGA TACUIL | BODEGA VALLE ARRIBA | BRACCO BOSCA |CALCU |CASA PETRINI | CASAS DEL BOSQUE | CASA VALDUGA | CASAS DEL TOQUI | CATENA ZAPATA | CERRO CHAPEU | CLOP WINES | DAL PIZZOL | DEICAS | DOMAINE BOUSQUET | DOMNO | DON GUERINO | YOO | EL ENCANTO |EL ENEMIGO | ERRAZURIZ SA |ESCALA HUMANA | ESTANCIA USPALLATA | FINCA ANIELLO | FINCA LAS MORAS|FINCA LAS PAYAS|FINCA SOPHENIA| GEN DEL ALMA | DÉCIMA | HERMAN | KAIKEN | LA PROMETIDA | LAGARDE | LAS MERCEDES | LÍDIO CARRARO | LUIS FELIPE EDWARDS | MAQUIS | MARICHAL | MATERVINI | MÁXIMO BOSCHI | MAYCAS DEL LIMARI | MIGUEL TORRES | MIOLO WINE GROUP |MORANDÉ | PASSIONATE WINES | PEREZ CRUZ| PIZZORNO | QUINTA DA FIGUEIRA | REQUINGUA | ROBERTO HENRIQUEZ | RUTINI WINES | SANTA EMA | TINTO RULO | TINTONEGRO | TRAPICHE | TRES PALACIOS | VALLISTO | VIAPIANA | VIÑA AQUITANIA | VIÑA BOUCHON | VIÑA CARMEN | VIÑA CASA DONOSO |VIÑA CASA SILVA | VIÑA CONO SUR | VIÑA COUSINO MACUL | VIÑA DE MARTINO | VIÑA EDEN | VIÑA EL PRINCIPAL | VIÑA FINCA DE LA CELIA | VIÑA GANDOLINI | VIÑA GARCÉS SILVA | AMAYNA | VIÑA LABERINTO | VIÑA LAS VELETAS | VIÑA LEYDA | VIÑA LOS CHOCOS | VIÑA MAIPO | VIÑA ODFJELL |VIÑA QUINTAY |VIÑA SAN PEDRO |VIÑA SANTA CAROLINA |VIÑA SIEGEL | VIÑA TABALI | VIÑA TARAPACÁ | VIÑA UNDURRAGA | VIÑA VALDIVIESO | VIÑA VENTISQUERO | VIÑA VENTOLERA | VIÑA WILLIAM COLE | VIÑAMONTES | VIÑA BISQUERTT | VIÑEDO DE LOS VIENTOS | VIÑEDOS ALCOHUAZ | VIÑEDOS EMILIANA | VINÍCOLA AURORA | VINICOLA CAVE GEISSE | VINÍCOLA FACCIN | VINÍCOLA LUIZ ARGENTA | VINÍCOLA PERINI |VINÍCOLA PIZZATO | VIVO O MUERTO | ZORZAL | ZUCCARDI

Em São Paulo, o evento acontece no Villaggio JK, na Vila Olímpia. No Rio de Janeiro o evento terá uma versão pocket, com 20 produtores e acontecerá no Village Mall, na Barra da Tijuca.

O Guia Descorchados pode ser adquirido no e-commerce da Loja Sabor.club no endereço http://loja.sabor.club/, bem como os ingressos para os eventos de São Paulo e Rio de Janeiro. A compra do ingresso dá direito a um exemplar do guia no valor de R$ 150,00.

E assinantes da Revista ADEGA e Revista Sabor têm 50% de desconto. Para solicitar o benefício os clientes deverão enviar e-mail para assinaturas@innereditora.com.br e solicitar o link de acesso. Os assinantes do Clube Adega também ganham um exemplar do Guia, bastando confirmar a presença pelo email concierge@clubeadega.com.br.

Para o trade e associados da ABS São Paulo os ingressos têm preços especiais e para o cadastramento devem enviar e-mail para info@innereditora.com.br solicitando informações.

LANÇAMENTO Guia Descorchados 2018 – São Paulo

Local: Villagio JK – Rua Funchal, 500 – São Paulo – SP

Data: 10 de abril de 2018

Horário: Trade e Imprensa – 14:30h às 17:30h // Público final – 18:30h às 21:30h

LANÇAMENTO Guia Descorchados 2018 – Rio de Janeiro

Local: Village Mall – terraço

Data: 12 de abril de 2018

Horário: 18h às 21:30h

Venha conhecer o que a América Latina produz de melhor quando o assunto é vinho.

Saúde!

Cristina A. Prado

Read Full Post »

Na semana passada participei de uma degustação promovida pela vinícola Norton em parceria com a Wine Brands. Foi uma agradável reunião com um grupo de amantes do vinho e a presença da diretora de exportações da Norton, Judith Bernal, que nos contou um pouco sobre a história dessa gigante e conhecida marca e nos apresentou alguns de seus principais rótulos.

BODEGAS-NORTON-VINOS-ARGENTINA

A história da Norton tem início em 1895 com um engenheiro britânico que estava na Argentina para a construção de uma estrada de ferro e se apaixonou por uma argentina. Ao longo dos anos, a vinícola passou por alguns proprietários, até que a família Swarowsky, austríaca, dona da famosa marca de cristais Swarowsky, adquiriu a propriedade.

A Norton tem hoje cinco vinhedos nos principais terroirs de Mendoza, localizados aos pés dos Andes. Judith conta que Mendoza é a principal região produtora de vinhos na Argentina, que com apenas 250mm de chuva por ano (considerada uma região quase desértica), muito sol e elevada amplitude térmica (oscilação de temperatura entre o dia e a noite), a tornam excelente para o cultivo de vinhas, permitindo aos produtores uma consistência bastante equilibrada para seus vinhos de safra para safra, o que não acontece em muitas regiões produtoras pelo mundo, como Bordeaux, por exemplo, que tem condições climáticas bastante instáveis.

Não somente o terroir aporta grande influência à qualidade de seus vinhos, mas a idade dos vinhedos, com uma média de 30 anos, sendo que o mais antigo tem 80, o que confere grande concentração de aromas e sabores e estrutura a seus vinhos.

BODEGAS-NORTON-VIÑEDOS-VINEYARDS-ARGENTINA

Com exportação para mais de 60 países, a Norton é hoje considerada a quinta vinícola argentina mais importante do mundo, atrás de marcas como Trapiche (Peñaflor), Catena, Trivento (Concha y Toro) e Zuccardi.

Judith conta que visitar a propriedade é uma experiência imperdível para enófilos de todos os perfis e idades. Sua estrutura turística abrange desde visitações com degustação, até a experiência de enólogo por um dia que permite ao visitante fazer seu próprio vinho, além de aulas de gastronomia local, participação na colheita, almoço ou jantar no restaurante La Vid, considerado um dos melhores da região, dentre outras atividades.

Os vinhos que degustamos nessa noite foram:

Norton Reserva Syrah 2014

Mendoza, Luján de Cuyo

12 meses de maturação em barris de carvalho francês

Rubi intenso com aromas de amoras negras maduras, figos secos, chocolate e especiarias. Em boca, elevada acidez, corpo médio e taninos firmes.

R$93,00

Norton Reserva Malbec 2014

Mendoza, Luján de Cuyo

12 meses de maturação em barris de carvalho francês

De coloração púrpura, apresenta aromas de ameixa, violeta, especiarias e tabaco. Em boca, acidez média, corpo médio, taninos macios, fácil e frutado.

R$93,00

Perdriel Series Malbec 2014

Mendoza, Luján de Cuyo

12 meses de maturação em barris de carvalho francês

De coloração rubi com reflexos púrpura, apresenta aromas de frutos negros maduros, violeta, especiarias e tabaco. Em boca, elevada acidez, bom corpo e taninos marcantes.

R$105,00

Perdriel Series Cabernet Sauvignon 2014

Mendoza, Luján de Cuyo

12 meses de maturação em barris de carvalho francês

De coloração rubi profundo, apresenta aromas de fruta vermelha madura, cassis e notas de baunilha e mentol. Em boca, corpo médio, boa acidez, taninos finos e marcantes.

R$105,00

NORTON-PRIVADO-SIGNATURE-WINEMAKING-ARGENTINANorton Privado 2014, Malbec, Merlot, Cabernet Sauvignon

Mendoza, Luján de Cuyo

16 meses de maturação em barris de carvalho francês

Feito ao estilo bordalês, este é o vinho assinatura da família e levou 97 pontos pela avaliação da revista Decanter. De coloração rubi intenso, apresenta aromas de frutas vermelhas e negras maduras, especiarias, tabaco e café. Em boca, encorpado, com taninos finos e marcantes, acidez equilibrada e ótima persistência.

R$204,00

Mais informações sobre a vinícola Norton e seu importador nos sites abaixo:

https://www.norton.com.ar/home/

https://www.winebrands.com.br/

Um brinde,

Cristina A. Prado.

Read Full Post »

Como acontece todo ano, a Expovinis marcou esta semana com a sua vigésima primeira edição. Realizada entre os dias 6 e 8 de junho, no Expo Center Norte em SP, a principal feira de vinhos da América Latina reuniu mais de 22 vinícolas nacionais, produtores de Portugal, Chile, Argentina, Itália, Espanha, Eslovênia, Reino Unido, além de grandes importadoras como, por exemplo, a Casa Flora, a Premium, a Viníssimo e a Galeria dos Vinhos.

A Expovinis Brasil 2017 veio desta vez com nova formatação na sua programação, apresentando várias atividades que a tornaram mais dinâmica e funcional. O visitante teve assim a oportunidade de assistir a palestras e degustações gratuitas nas salas do “Terroir do Conhecimento”, relaxar no “Wine Bar”, espaço onde alguns rótulos da feira podiam ser adquiridos em taça para uma apreciação mais completa, e comprar na “Loja da Expovinis”, ao sair do evento, vinhos degustados na feira.

Um dos momentos mais aguardados é sempre a revelação dos TOP TEN da Expovinis, cujo resultado foi anunciado no segundo dia do evento. Com um jurado de profissionais renomados, liderados por Jorge Lucki, membro da Académie Internationale du Vin, foram selecionados em dez categorias os seguintes vinhos:

1- Vinho Espumante Nacional: “Peterlongo Elegance” da Vinícola Peterlongo. É interessante lembrar que, atualmente, os grandes investimentos em infra-estrutura, a parceria com o famoso winemaker francês Pascal Marty, a revitalização da linha de produção e as inovações em turismo, têm alavancado a Peterlongo, colocando-a num patamar de destaque no cenário brasileiro.

IMG_6213

2- Vinho Espumante Importado: “Gramona Cuvée Gran Reserva Brut 2012”, importado pela Casa Flora.

3- Vinho Branco Brasileiro: “Sinais” Sauvignon Blanc 2017, da Vinícola Don Guerino, Serra Gaúcha, RS. Vinho de coloração amarelo esverdeado, com notas tropicais de maracujá, goiaba e aspargos, com ótima acidez, muito refrescante e de longa persistência. Deve-se também registrar aqui, que essa vinícola lançou na Expovinis o primeiro Torrontés brasileiro. Essa cepa branca é emblemática na Argentina e origina vinhos aromáticos e expressivos.

IMG_6224
4- Vinho Branco Importado: “Clearview” Reserve Chardonnay 2014 (Nova Zelândia), apresentado pela importadora Premium. Belo vinho de coloração amarelo dourado, untuoso, encorpado, com notas amanteigadas e longa persistência.

5- Vinho Rosado: “Chiaretto” 2015 D.O.P., um blend de Gropello, Marzemino, Sangiovese e Barbera. Com baixo residual de açúcar (4g/l), é um vinho italiano fresco, ácido, extremamente gastronômico. Apresentado por Galeria dos Vinhos.

6- Vinho Tinto Nacional: “Speciale” Syrah, da Vinícola Casa Verrone, Serra da Mantiquera, SP. Vinho de coloração rubi violáceo, aromas de compota de frutas negras, coco, menta, notas de especiarias e caramelo. Bom corpo, taninos finos e média persistência.

7- Vinho Tinto Novo Mundo: “KM 0”, um blend de 51% Cabernet Sauvignon, 39% Carmenère e 10% Syrah, Apalta, Chile. Seu produtor, Jaime Roselló Larrain, é bodeguero integrante do MOVI. Rótulo apresentado por Carvalho Vinhos.

IMG_6244
8- Vinho Tinto Velho Mundo I (Penínsusula Ibérica): “Pomar do Espírito Santo” Reserva 2013, Vinho Regional de Lisboa, Portugal. Belo exemplo de vinho português com sangue brasileiro, uma vez que o proprietário e produtor, André Manz, é brasileiro.

IMG_6217
9- Vinho Velho Mundo II (França, Itália e Espanha): “Château Fleur Cardinale” Grand Cru Classé 2009, Saint-Émilion, França.

10- Vinho Fortificado e Doce: “Messias” Porto Tawny 10 anos, importado pela Casa Flora.

Paralelamente a essa premiação, a Wine Blog Hunter elegeu alguns rótulos que também foram destaques na feira. Um deles foi o “Amaral” Sauvignon Blanc 2016, da vinícola Mont Gras (Chile) que estava na Expovinis, celebrando seus 25 anos.

O Chile, que vem liderando o ranking de vinhos importados no Brasil, apresentou na Expovinis muitas novidades, dentre elas a vinícola estreante “Dona Javiera”, produtora dos únicos vinhos chilenos bebidos no Palácio de Buckingham e no Parlamento Britânico.

Os vinhos da Eslovênia também marcaram presença na feira, apresentando seus vinhos frescos, leves e frutados, em cuja elaboração entram cepas brancas como a Furmint, a Pinot Blanc e a Pinot Grigio, e tintas como a Blaufränkisch.

IMG_6201-2
Feira organizada pela “Informa Exhibition” e com a assessoria da “CH2A Comunicação”, a Expovinis Brasil 2017 foi, sem dúvida, um importante marco na fomentação do setor vinícola, na promoção de grandes negócios e na divulgação das novidades do mercado do mundo do vinho.

Maria Uzêda.

 

 

 

 

Read Full Post »

Às vésperas da semana dos namorados, São Paulo é brindada com uma maratona de eventos de vinhos, permitindo a profissionais e enófilos de plantão conhecer uma diversidade de novos rótulos e abastecer a adega de bons vinhos.

DEGUSTAÇÃO DE VINHOS

EXPOVINIS BRASIL

De 06 a 08 de junho acontece a Expovinis Brasil, maior feira de vinhos da América Latina, no pavilhão branco do Expo Center Norte em São Paulo.

Entre as empresas participantes estão vinícolas do Brasil reunidas pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) – Casa Venturini, Peterlongo, Rasip/RAR, Don Guerino, Vinícola Batalha, Vinícola Aracuri, Capoani, Zanella, Don Candido, Cavalleri, Sanjo, Lucano, Campos de Cima, Marco Luigi e Dom Pedrito – além de Pericó e Laurentia, que participam com espaços próprios.

Também já confirmaram presença produtores de Portugal (AEP), Chile (Wines of Chile), Itália (Câmara do Comércio Ítalo-Basileira), Eslovênia, Reino Unido, Argentina e Espanha, e as importadoras Premium, Casa Flora, Adega Alentejana, Bodegas Selecionadores de Vinhos, Vino Italia, Vinissimo e Galeria dos Vinhos.

Além da área de exposição, a ExpoVinis contará com um wine lounge onde serão ministrados conteúdos relevantes e de interesse do público visitante que poderá participar gratuitamente. O evento contará também com o Wine Bar ExpoVinis, espaço onde o público poderá adquirir vinhos em taças para degustações mais completas.

Para participar da feira é necessário adquirir convite que, para profissionais, deve ser feito antecipadamente, e para consumidores, na entrada do evento.

Os valores são:

– Profissionais do setor: R$ 30,00;

– Consumidor final: R$ 150,00.

Todos os visitantes pagantes terão direito a uma taça para degustação e 10% de desconto nas compras realizadas na Loja ExpoVinis.

Mais informações: www.expovinis.com.br

GRAND TASTING

Outro evento imperdível é o Grand Tasting, maior feira de vinhos realizada pela Grand Cru, que além de oferecer degustações de inúmeros rótulos trazidos pela importadora, promove palestras e degustações guiadas.

Dentre as vinícolas confirmadas: Cave Geisse, Errazuriz, Leyda, Grandes Viños de San Pedro*, Koyle, Zorzal, Escorihuela Gascón, Pulenta Estate, Cobos, Bottega, Brancaia, Fanti, San Marzano, Mazzei, Talenti, Vila Medoro, Ixsir, Morande Adventure, Barone Montalto, Soprassasso, Ricossa, Matetic, Heras Cordon, Bodegas Pablo e Saint Clair.

Além de poder conhecer cada uma dessas vinícolas e seus vinhos, o evento contará ainda com 15 estações temáticas, divididas nas seguintes categorias:

Champagne Billecart Salmon, espumantes, brancos leves, brancos estruturados, rosés pelo mundo, novidades do novo mundo, novidades do velho mundo, Pinot Noir pelo mundo, península Ibérica (com destaque para o Alentejo, Ribatejo, Toro, Alicante e Priorat), terroirs da França (com destaque para os vinhos do Languedoc, Loire e Bordeaux), super pontuados, vinhos de autor, Douro x Duero, vinhos do Porto e vinhos de sobremesa.

No dia do evento, as garrafas serão vendidas com 10% de desconto.

-SP | 06/06 – 15:00 às 21:00 (exclusivo para clientes on/off trade)

Local: Casa da Fazenda do Morumbi

Endereço: Av. Morumbi, 5594 – Morumbi, São Paulo – SP

-SP | 07/06 – 19:00 às 22:00 (consumidor final)

Local: Casa da Fazenda do Morumbi

Endereço: Av. Morumbi, 5594 – Morumbi, São Paulo – SP

Investimento: R$ 280, sendo 50% revertido para a compra de vinhos nas compras acima de R$1.000.

Mais informações: www.grandcru.com.br

SÃO PAULO WINE WEEK

Entre os dias 5 e 11 de junho acontece a 1ª São Paulo Wine Week, uma semana dedicada ao vinho em alguns dos mais renomados restaurantes da capital paulista.

O objetivo é fomentar o conhecimento e o consumo de tintos, brancos, rosés e espumantes através da experiência com vinhos do Brasil, Chile, Argentina, Uruguai, África do Sul, França, Itália e Portugal.

Os restaurantes participantes vão oferecer três taças de vinhos a um preço único e menor do que aquele praticado fora da SPWW. A ideia é que as casas montem um flight de vinhos de diferentes estilos, começando com um perfil aperitivo, mais leve e aumentando em intensidade e complexidade.

A faixa de preços para cada “trio” de vinhos vai variar entre R$ 45,00 e R$ 60,00. A ação será focada nos jantares de segunda a sexta-feira (5 a 9 de junho) e almoços e jantares no sábado e domingo (10 e 11 de junho).

A lista completa dos restaurantes participantes da SPWW pode ser conferida em: www.spww.com.br.

 PORTO E DOURO WINE TASTING

A quarta edição do evento chega à cidade de São Paulo com mais de 400 rótulos para degustação e 64 produtores portugueses. O evento acontece de 9 a 11 de junho no Shopping JK em São Paulo e, além de promover as degustações, permitirá ao consumidor participar de workshops com harmonizações e palestras temáticas ministradas por grandes profissionais do meio, como Dirceu Vianna Júnior, Jorge Lucky e Luís Lopes.

As atividades principais têm inscrições pagas e acontecerão em dois espaços: no Mercado de Vinhos e nas Salas de Provas, Cursos e Harmonizações. Na Área de Convivência, com entrada franca, e cercada por um ambiente charmoso e descontraído, o visitante terá a oportunidade de comprar os vinhos que provou no evento.

Mais informações: https://oglobo.globo.com/projetos/vinhosdeportugal/sp.html#agenda

cantina vinícola Geisse Chardonnay

Aproveite esta oportunidade única para degustar, aprender mais sobre vinhos, fazer boas compras, reunir amigos enófilos e brindar à vida.

Cristina Almeida Prado.

Read Full Post »

Aconteceu no Espaço Traffô, em São Paulo, no dia 11 de abril, o lançamento da 19ª edição do Guia de vinhos DESCORCHADOS 2017, com 1.088 páginas, mais de 400 vinícolas apresentadas e cerca de 4.000 vinhos degustados, avaliados e pontuados. O evento de lançamento do Guia é uma iniciativa de Patricio Tapia, autor do livro, e da Editora INNER, responsável pela Revista ADEGA e outras publicações e reuniu mais de 95 produtores e enólogos dos melhores vinhos da América do Sul. Estiveram presentes inúmeros representantes da imprensa e profissionais do vinho que lotaram o Espaço e tiveram a oportunidade ímpar de degustar os mais bem pontuados rótulos
O Guia apresenta um quadro completo dos principais países sul-americanos produtores de vinho (Argentina, Brasil, Chile e Uruguai), descrevendo todas as regiões vinícolas, contando a história de cada vinícola e, principalmente, revelando as atuais tendências da produção vinícola da América Latina.

Evento-Descorchados-2017-Vinhos
Uma das novidades da produção argentina, por exemplo, surge com o novo estilo dos Malbec, mais frescos e com mais acidez, e a incipiente ousadia surgida com a redescoberta da cepa Criola, uma das primeiras variedades introduzidas na América pelos colonizadores europeus.

No Brasil, os espumantes continuam sendo o que de melhor fazemos. Os destaques mais estrelados desta vez são os Nature elaborados pelo método tradicional.

No Chile, pequenos produtores estão apresentando vinhos autorais, elaborando, por exemplo, excepcionais Cabernet Sauvignon de terroir com menos traços de madeira, influenciando dessa maneira as grandes vinícolas chilenas.

Descorchados-2017-vinhos-carmen-chile
No Uruguai, a cepa emblemática do país, a Tannat, que sempre apresentou sua face rústica, está sendo vinificada também num estilo mais leve, mais acessível, para se beber à beira da piscina. Além disso, alguns projetos inovadores estão dando margem à viticultura atlântica, originando um “novo Uruguai face ao mar”.

Seguem abaixo alguns destaques dentre os rótulos mais bem pontuados:

Argentina:
1- “Seminare” Malbec 2015, vinícola Gente Del Alma (99 pts)
2- “Adriana White Bonnes” Chardonnay 2013, Catena Zapata (97 pts)
3- “Cuveé Nature” Pinot Noir, Chardonnay, vinícola Cruzat (94 pts)
4- “Silvestra” Rosé Pinot Noir 2016, Bodega Sylvestra (92 pts)

Brasil:
1- “Cave Geisse Terroir Nature” 2011, vinícola Geisse (93 pts)
2- “La Belle Blanche Brut Rosé”, Enos Vinhos de Boutique (92 pts)
3- “130 Brut Blanc de Noir 2013, Casa Valduga (92 pts)
4- “Gran Reserva Nature 60 meses, Casa Valduga (92 pts)

Chile:
1- “Las Tres Marias Vineyard” Cabernet Sauvignon 2011, Gandolini (98 pts)
2- “20 Barrels El Centinela Estate” Sauvignon Blanc 2016, Cono Sur (97 pts)
3- “Brut Nature” Chardonnay, Pinot Noir 2014, Caballo Loco (94 pts)
4- “Brut Nature” Chardonnay, Pinot Noir NV, Morandé (94 pts)

Uruguai:
1- “Amat” Tannat 2011, Bodegas Carrau (95 pts)
2- “Single Vineyard” Albarinho 2016, Bodega Garzón (94 pts)
3- “Sin Barrica” Tannat 2016, Bodega Bouza (93 pts)
4- “Ombú Reserve” Cabernet Franc 2016, Bodega Bracco Bosca (93 pts)

descorchados-guia-de-vinhods-america-latina-2017

Essa é apenas uma pequenina amostra dos milhares de vinhos apresentados no Guia. O admirável trabalho do crítico de vinhos Patricio Tapia descortina um cenário inebriante do mundo vinícola, o que torna essa edição, sem dúvida, uma indispensável fonte de referência internacional dos melhores vinhos da América Latina.

Maria Uzêda.

Read Full Post »

Aconteceu pela primeira vez, em São Paulo, no Espaço Traffô, um evento promovido por um grupo de vinhateiros independentes do Chile, com o apoio do ProChile e assessoria da Destination Wine. Estiveram presentes as 32 vinícolas que hoje compõem esse grupo, com a participação de seus respectivos representantes, proprietários e enólogos que apresentaram seus produtos, contaram suas histórias e interagiram com o público convidado de uma forma muito simpática.

movi-night-movi-chile-evento

O MOVI CHILE (Movimento de Vinhateiros Independentes do Chile), que nasceu em 2009, é uma associação de pequenos produtores familiares, com experiências variadas e muita diversidade na filosofia de fazer vinho. Quem se associa ao grupo deve trazer algo a mais, uma contribuição ao projeto MOVI. Inovar, pesquisar e desenvolver o que já está estabelecido e conhecido é palavra de ordem, visando a produção de vinhos de alta qualidade, em pequenas quantidades de forma artesanal e independente, expressando o melhor de seu “terroir”.

O MOVI NIGHT foi uma noite de deleite e gratas surpresas. A exposição estava dividida em três grupos de vinhos ou três “Flights”.

No Flight A, vimos o “Novo Chile” com ótimos exemplares de Sauvignon Blanc, Pinot Noir e Syrah. Especial destaque para:

tobiano-chile.JPG

1- “D” La Recova 2015, um Sauvignon Blanc do Vale de Casa Blanca, com 92 pontos na edição Descorchados 2016.

2- “Kingstone Family Vineyards” 2013, um excelente Pinot Noir do Vale de Casa Blanca.

3- “Starry Night” 2010, um maravilhoso Syrah do Vale do Maipo.

4- “Polkura” 2010, espetacular blend de Colchágua elaborado com Syrah, Viognier, Malbec, Grenache e Cabernet Sauvignon.

No Flight B, degustamos os “Clássicos Recarregados”, com vinhos mais encorpados e com muita personalidade que incluía Carmenères e fabulosos blends. Veja abaixo alguns destaques:

foto 1 (2)

1- “Peumayen” Gran Reserva 2014, 100% Carmenère, do Vale do Aconcágua.

2- “Rucumilla” 2011, um impressionante vinho orgânico elaborado com Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Malbec e Syrah.

3- “Flaherty” 2013, um maravilhoso blend do Vale do Aconcágua, com 16 meses de barrica. Seu produtor, o californiano Ed Flaherty, que estava presente no evento, é um dos membros fundadores do MOVI CHILE.

ed-flaherty-chile-wines.JPG

4- “Montelig” 2009, um espetacular blend da Von Siebenthal, fundada em 1998 por Mauro von Siebenthal, advogado suíço aficcionado por vinho.

5- “Casa Bouzá” 2013, excepcional blend feito com uvas orgânicas Carmenère, Syrah e Cabernet Sauvignon, de vinhedos próprios no Vale do Maipo.

No Flyght C, o tema era “O Antigo agora é o Novo”, e apresentou vinhos produzidos desde o Atacama até o Vale do Maule. Eis alguns deles:

1- “Armidita” 2013, 100% Moscatel, vinho de sobremesa originário da região desértica do Atacama.

2- “Lot 47”, Garage Wine 2013, 100% Carignan.

garage-carignan-movi-chile-wines

3- “Ins Tinto”, Garage Red Wine 2013, blend elaborado com Cabernet Sauvignon, Carmenère, Syrah e Petit Verdot do Vale do Maule, com 12 meses de barrica francesa, ganhou 93 pontos na edição Descorchados 2016.

Nessa primeira edição do MOVI NIGHT, pudemos constatar o quanto os vinhateiros independentes do Chile trabalham de forma séria, moderna e entusiástica e estão prontos para levar adiante a sua história. Parabéns a todos os integrantes do MOVI CHILE que se empenham em produzir vinhos com a capacidade de nos emocionar.

Maria Uzêda

Read Full Post »

Older Posts »