Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Qualimpor’

A semana passada foi marcada por um charmoso evento promovido pela Qualimpor, que além dos respeitáveis vinhos e azeites por ela importados, ofereceu também comidinhas e drinks. Foi uma ótima oportunidade para os enófilos e profissionais do ramo conferirem a qualidade de seus produtos.

Qualimpor-degustação-casa-itaim

Quatro vinícolas portuguesas e uma espanhola estiveram presentes, abrilhantando o evento com excelentes vinhos e azeites: Herdade do Esporão, Quinta dos Murças, Quinta do Crasto, Freixenet e Taylor’s.

Dentre os vinhos degustados, tiveram destaque:

1- “Quinta dos Murças Reserva DOC 2009”, um tinto elaborado a partir de cinco castas colhidas de vinhas velhas de 40 anos, bem equilibrado, frutado, bom corpo, notas tostadas e final fresco e persistente. O enólogo responsável, David Baverstock, esteve presente.

2- “Herdade do Esporão Alicante Bouschet” (AB), um varietal tinto surpreendente, com ótimo corpo, muita fruta, um toque mineral, um fundo de pimenta e final longo e persistente.

3- “Xisto Roquette & Cazes Douro” e “Roquette & Cazes” chamaram a atenção por seus marcantes sabores de fruto negros, o toque de especiarias, os taninos sedosos e presentes, com final longo e persistente. Eles fazem parte de um projeto de criação de grandes vinhos, resultante da união de duas famílias, os Roquettes da Quinta do Crasto e os Cazes do Château Linch-Bages, que se lançaram numa aventura vitivinícola para produzir vinhos com as castas do Douro que tivessem “o poder e o Sol de Portugal conjugados com a elegância de Bordeaux”. Assim nasceram esses belos exemplares da Quinta do Crasto.

Roquette-&-Cazes-vinho-de-portugal

4- “Crasto Superior 2013”, é produzido a partir da Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz, Souzão e uma porcentagem de vinhas velhas, composição que, segundo Tomás Roquette (presente no evento e membro da família proprietária da Quinta), resulta num “vinho de caráter muito especial”, apresentando notas de frutos silvestres, um toque de cravo, boa estrutura, taninos macios e final persistente.

5- A “Cava Freixenet Elyssia Pinot Noir” e a “Elyssia Grand Cuvée”, a “Cava Freixenet Reserva Real” e a “Vintage Brut” se destacaram em meio a uma nobre seleção de dez Cavas apresentadas pela vinícola Freixenet no evento. Situada em Sant Sadurní d’Anoia, na região espanhola de Penedés, a Freixenet é respeitada mundialmente por elaborar suas cavas através do método tradicional.

6- O “Vintage Port” e o “Porto 40 anos” brilharam no stand da Taylor’s com suas texturas ricas, estruturas sólidas e intensas, e um longo final… verdadeiras essências dos Deuses.

Taylors-vintage-port-wine

Visitar a CASA ITAIM nesse dia especial de evento a convite da Qualimpor foi uma agradável e deliciosa maneira de encerrar aquele dia frio e chuvoso de São Paulo.

Saúde a todos!

Maria Uzêda

Read Full Post »