Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Washington Wineries’

A paixão por vinhos nos leva, muitas vezes, a destinos surpreendentes. Assim foi minha passagem pelo Oregon, em recente viagem aos EUA.

oregon-wineries-vinho-vineyards

Localizado entre dois grandes estados produtores de vinho, Califórnia ao Sul e Washington ao Norte, o estado do Oregon é o segundo maior produtor de vinhos do país e é um destino pouco explorado pelos enófilos.

oregon-wineries-vinho-enoturismo

A mais destacada região é a de Willamette Valley onde as condições de clima e solo são altamente favoráveis ao plantio da Pinot Noir, cepa responsável pelos melhores vinhos do Oregon. Willamette Valley possui a maior concentração de vinícolas e vinhedos do estado e inclui seis sub-regiões: Dundee Hills, Yamhill-Carlton, Ribbon Ridge, MacMinnville, Chehalem Mountains e Eola-Amity Hills.

oregon-wineries-vinho-sommeliereA história da viticultura do Oregon começou a ser escrita por pioneiros vinhateiros que, seguindo práticas tradicionais da Borgonha e utilizando técnicas e clones europeus, descobriram que a região era soberba para o cultivo da Pinot Noir. Na década de 70, o vinho “South Block” Pinot Noir 1975, produzido por David Lett, da Eyrie Vineyards, foi parar nos noticiários, quando, numa degustação às cegas na França em 1979, ficou entre os dez finalistas do concurso. Recentemente, em 2016, a região recebeu a maior honra concedida pela renomada revista “Wine Enthusiast” tendo sido nomeada a “Wine Region of the Year”.

Um dos motivos que diferenciam o Oregon de outros estados é o fato de que muitas de suas vinícolas são empresas familiares, predominantemente rurais e surpreendentemente pequenas, mas com grandes ideias. O que aliás, explica o slogan adotado por eles que diz: “Small is Beautiful”.

Hoje, novas gerações de viticultores e empreendedores estão forjando novos caminhos na indústria vinícola local, sem abdicar das tradições de seus antecessores, dando continuidade ao espírito daqueles pioneiros.

oregon-wineries-vinho-enoturismo2Dirigindo pelas estradas rurais da região de Willamette, o turista deve se guiar pelas placas azuis para encontrar seu destino. Elas sinalizam a direção para as vinícolas que geralmente são acessadas por estradas vicinais. São inúmeras as razões para se explorar o coração dessa região: centenas de vinícolas dispostas a oferecer experiência única aos visitantes (algumas requerem agendamento), belíssimas paisagens, inúmeras salas de degustação espalhadas pelas pequenas cidades do entorno (Dundee, McMinnville, Newberg, Carlton, Amity, Dayton, Sheridan, etc), refinados restaurantes (“SubTerra”,por exemplo, em Newberg), charmosos Bed and Breakfast, sem falar no museu “Evergreen Aviation and Space”, que abriga o maior avião da história da aviação, o “Spruce Goose”, construído pelo milionário Howard Hughes e merece ser visitado. É também interessante informar que, no Oregon, não há taxa de imposto sobre os produtos comprados.

Para os amigos amantes do vinho, fica então aqui a minha sugestão de viagem. Inclua o Oregon em seus planos e deixe-se levar por seus instintos numa prazerosa e inesquecível “eno-aventura” que só o vinho é capaz de proporcionar. No próximo post, falarei sobre as vinícolas que visitei no Oregon. Não percam!

Maria Uzêda.

Read Full Post »